Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

16 SET

08:00

A Importância do Trabalho em Equipe

Lince

Trabalhar em equipe é sempre um desafio que exige diversas habilidades como a divisão de responsabilidades, mas uma vez que um grupo consegue se constituir grandes avanços podem ser conquistados. 

Imagine por um momento que suas decisões sejam uma enorme e densa pedra que você tem de carregar. Agora imagine que para levantar essa pedra você poderia ter ajuda de outras pessoas, mas essas outras pessoas também têm as suas próprias rochas para erguer. O peso dividido faz com que a pedra se torne menos incômoda para cada um e menos cansativo carregar todas elas. É assim que o trabalho de equipe pode ser quando bem arranjado. 

Seja qual for a sua área de atuação, o trabalho em equipe pode facilitar e muito seu trabalho. Ter alguém com quem compartilhar para a construção de ideias e para repartiro peso das responsabilidades de decisões coletivas, pode otimizar e muito o trabalho. É o famoso dividir para conquistar: dividir responsabilidades e autoria para conquistar mais resultados. 

Para que uma equipe possa se desenvolver alguns fatores precisam estar bem alinhados, como liderança, unidade, respeito, compromisso com as metas, e ainda deve ser uma equipe heterogênea e que seus membros tenham o mínimo de habilidades sociais.  

A liderança é o processo que envolve a gerência do grupo. É administrada pela pessoa  mais capaz de perceber e conduzir as habilidades de cada membro e de criar a coesão no grupo. Essa unidade que se forma é importante para que haja o famoso “dar o sangue pela causa”. A unidade, porém, não pressupõem uma concordância ou uma unanimidade de ideias; pelo contrário: certo grau de diversidade da equipe é importante para que o processo criativo seja mais intenso e um grande propulsor de resolução de problemas. 

Essa equipe heterogênea só é possível quando há o mínimo de respeito pelas diversidades e o mínimo de habilidades no trato social com os demais participantes. Já que a ideia é a diversidade para a construção de ideias criativas, inovadoras e de excelência, aprender a dar feedback, a como receber e fazer críticas, a conduzir limites e estipular regras e a se colocar no lugar do outro para aceitar suas diferenças respeitando a individualidade e subjetividade de cada um é fundamental nesse tipo de trabalho. 

Se a equipe em questão for multi ou transdisciplinar então, esse tipo de interação precisa ser ainda mais bem treinada. Em saúde mental, por exemplo – área em que trabalho –, a psicologia trabalha com médicos, enfermeiros, administradores, técnicos de enfermagem, educadores físicos, fisioterapeutas, assistentes sociais, nutricionistas, entre outros, e se não houver um bom alinhamento e um organograma com especificações de cargos e funções, pode ocorrer de um profissional tentar desempenhar a função que é de outrem ou mesmo assumir atribuições e poderes discrepantes com seu posto. E isso costuma gerar muitos conflitos que podem minar a eficiência de qualquer equipe e até levar uma empresa à ruína do serviço prestado. 

Porém, quando bem executado, o trabalho em equipe torna-se estimulante, desafiador e recompensador por permitir o crescimento individual e coletivo. É mais fácil assumir responsabilidades e lidar com frustrações, dois dos objetivos mais desafiadores da psicoterapia, ehá coisas que só um grupo pode realizar, poiso caráter dele, quando coeso, é o de promover a resiliência associada ao ato do trabalho através da dinâmica do aperfeiçoamento associada à prática de forma imediata.

 

Vitor Sandrini de Assis

CRP 16/2794

Psicólogo Clínico, Analista do Comportamento e especialista em Transtornos Mentais e Dependência Química. É um dos criadores do site Locus Psi (www.locuspsi.com), que contém textos e um podcast, o LocusPsiCast, de psicologia de forma acessível para leigos.

Atenção:
As ideias e opiniões expostas, bem como as informações divulgadas nos blogs hospedados no Sou ES são de responsabilidade exclusiva de seus autores, e não refletem a opinião do portal.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório